Artigo:
 
O    T E M P O    D E    D E U S
 
 

O relógio Divino não atrasa e nem adianta, sua pontualidade está sempre em harmonia com a lei de causa e efeito.

Equivale dizer que o chavão popular: "A JUSTIÇA DIVINA TARDA MAIS NÃO FALHA" , está desprovida de verdade, tão somente porque não há atrasos no cumprimento das leis soberanas.

O que ocorre é que o tempo dos homens é um e o tempo de Deus é outro, porque em geral o homem só vê o presente e seu bem estar imediato; Deus, porém considera o passado, o presente e o futuro e dentro de suas leis, oferta a todos o bem estar permanente.

Em tuas desditas e em teus sofrimentos, com certeza, você tem pressa, desejando que tudo passe o mais rápido possível, mas a Divindade "sabe" quando agir. Em muitas circunstâncias você deve considerar que:

- A enfermidade do corpo, pode ser a amiga que tem evitado maiores tragédias morais...

- A pobreza material, pode afigurar-se como grande companheira na aquisição dos valores do espírito...

- A solidão temporária, surge como um alerta para que aprenda a conduzir de forma mais digna os teus relacionamentos...

 

Tudo tem a hora certa de acontecer, por isso sua pressa e sua ansiedade em nada vão ajudar. Se for verdade a assertiva, evangélica, que ensina: "Tudo que pedirdes na prece, vos será dado", também é verdade, que Deus não lhe atenderá, exatamente na hora que você quer; por isso, resigna-te e aguarda.

Deus não é um pai descuidado que por causa dos muitos afazeres, esquece de amparar esse ou aquele filho. Deus é amor e suas leis estão assentadas na perfeição e na imutabilidade.

Se apesar das orações, ainda continua acerba, é porque, por um tempo, ainda necessita de tais desafios. Não se desespere, não se revolte e não desanime, porque qualquer um desses comportamentos, além de piorar sua situação, demonstrará a sua falta de fé na divindade.

Não se esqueça: há tempo de semear, e há tempo de colher...

De um jeito ou de outro, você estará sempre plantando, e inevitavelmente irá colher. Mas essa colheita pode ser hoje ou amanhã, agora ou daqui algumas horas, nesta encarnação ou na próxima experiência no corpo... quem é que sabe com exatidão?

Deus sabe.

Aguarda e respeita o tempo de Deus!

 
      José de Moraes  
  ______________________

Mensagem psicografada pelo médium Agnaldo Paviani, fevereiro/2008.